Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Itápolis Aero Music Festival: Confira tudo que rolou
14/10/2018 15:15 em Música

Saudações HEADBANGERS! Sábado dia 13 de outubro de 2018 foi dia de pegar a estrada e conferir de perto o Itápolis Aero Music Festival. Rodamos cerca de 50 km até nossa cidade vizinha que já tem uma tradição muito grande nos Encontros de Fuscas que são realizados anualmente no sempre aconchegante Aero Clube de Itápolis, local, diga-se de passagem, sempre fomos bem recebidos.

Logo na chegada às 11h10 o que percebemos foi a mais absoluta organização, tudo bem sinalizado e a galera da portaria simpática e atenciosa.  No interior um palco digno de um grande Festival, área de alimentação com Food Trucks, artesanato, venda de camisetas, banheiros químicos, além do pessoal do paraquedismo.

O destaque antes dos shows ficou por conta da equipe EJ – Escola de Aeronáutica que deu um show de acrobacias, tudo regado a muito Rock and Roll.Batemos um papo com Rodrigo Brigido, chefe de imprensa que nos contou que a ideia do evento partiu da banda Capitão Venâncio de Itápolis, que tem apenas 1 ano de estrada, mas nesse curto período a banda foi premiada em 3º lugar com seu trabalho autoral em um festival de músicas e busca crescer cada vez mais. Segundo Brigido a parceria com o Aero Clube foi de fundamental importância para que o sonho se tornasse realidade.

OS SHOWS

ALLEY STONES

 

A primeira banda a subir no palco foi Alley Stones às 14h30. Na ativa desde 2016 na cidade de Ribeirão Preto, incluem em seu repertório clássicos dos anos 60 e 70, sem deixar de lado o rock contemporâneo. A banda também trabalha seu material autoral ao vivo, que busca resgatar a nostalgia do bom e velho Classic Rock. Foram 45 minutos de apresentação que serviu pra aquecer e dar o tom inicial do Festival.

DESTROYER

 

O tempo começava a ficar “carrancudo”, expectativa de muita chuva além de muito vento, quando que às 15h55 caem as cortinas e surge a banda Destroyer. Eles começaram em 1984, tocando ao vivo os antigos sucessos do KISS. A apresentação contou com a performance e todo o aparato cênico característico dos shows do KISS. A banda já realizou mais de 1500 shows pelo Brasil e se apresentou em diversos programas de televisão. Foi também, oficialmente reconhecida pelo KISS como sendo a única banda tributo atuante na América do Sul, reconhecimento este que foi registrado na revista Metal Edge (Kiss Special Arena Edition) que foi vendida em todos os shows do KISS ao redor do mundo durante a KISS Reunion Tour 1996/97. O que me chamou a atenção foi a execução da faixa “Hide Your Heart” do disco Hot In The Shade de 1989, uma música que há muito tempo não ouvia e caiu muito bem com os clássicos que foram executados durante 1h45.

THESE DAYS

 

Confesso; não sou grande fã de Bon Jovi, não é uma banda que acompanhei e nem curti, mas quando o pessoal da These Days subiu no palco às 18h13 o que vimos foi uma apresentação impecável. A These Days - Bon Jovi Cover foi formada em 2006 com o objetivo de fazer uma grande homenagem à banda BON JOVI. Formada por fãs e músicos experientes, apresentaram os maiores hits de todas as fases da banda. Anualmente, a These Days faz mais de 120 shows em mais de 15 estados brasileiros. Até agora a banda já passou por 137 cidades brasileiras e é o maior cover do Bon Jovi do Brasil. Foram 1h30 de interação com a plateia, que mesmo em alguns momentos de chuva permanecia cantando os grandes clássicos.

MADE IN BRAZIL

 

O que esperar de uma banda que está na estrada há 51 anos?

 Segundo o líder Oswaldo “Rock” Vecchione, 71 anos “o Made tem pelo menos mais 10 anos pela frente” e concluiu “depois eu vou chutar o balde e viver em Florianópolis” disse em rápida entrevista que fizemos no camarim. A banda MADE IN BRAZIL começou no bairro paulistano da Pompéia, em 1967, quando os irmãos Oswaldo e Celso Vecchione, apaixonados pelo Rock ‘n’ Roll, se juntaram a alguns amigos para formar um grupo do estilo. E com 51 anos de história a MADE IN BRAZIL é um dos grupos mais tradicionais do Rock brasileiro. Destaque também para nosso conterrâneo e amigo de longa data Guilherme “Ziggy” Mendonça em uma das guitarras. O Made começou o show às 20h40 e o que vimos foram duas horas de ROCK DE VERDADE, sem frescura e direto, digno da maior banda de Rock do Brasil.

A SEQUÊNCIA DO FESTIVAL

Após as 23h00 (quando já estávamos no evento há 12 horas, isso mesmo, 12 horas) ainda tivemos a participação da Kiara Rocks que tem 10 anos de existência; natural de São Paulo se destaca das demais no cenário musical independente brasileiro, prova disso é que a banda fez uma abertura eletrizante no Palco Mundo no Rock in Rio 2013, mesmo palco em que se apresentaram bandas Internacionais Mundialmente conhecidas como Slayer, Avenged Sevenfold e Iron Maiden.

Ainda tivemos a banda Children of the Beast que é o cover oficial do Iron Maiden na América Latina, reconhecida pelo próprio Iron Maiden. Desde 1993 já realizou mais de 1200 shows em todas as regiões do país e também na América do Sul. Participou de importantes programas de TV (Domingão do Faustão, SBT, MTV) e rádio (Kiss FM e 89 a Radio Rock), além de ter acompanhado os dois ex-vocalistas do Iron Maiden, Paul Di'Anno e Blaze Bailey em shows pelo Brasil.

E pra fechar a noite, os idealizadores do evento e prata da casa Capitão Venâncio. Formada por Victor Laóz, Vinícius Andrade, Matheus Alquati, Ivan Talao Martin e Cesar Nicola eles vem se destacando no cenário do Rock e se tornando uma referência com sua formação jovem, e que impressiona a todos, buscando sempre a perfeição da interpretação de músicas que ficaram marcadas na história do Rock. 

E esse foi o Itápolis Aero Music Festival, digno de todos os elogios possíveis; e que venham outros!

 Agradecimento especial ao Delcaro, Rodrigo Brigido e Alan Ribeiro pelo apoio.

(FOTOS: Aline Romano Troiano)

GHT

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE